Atenção:

Este Blog está encerrado

Darei continuidade aos Trabalhos, textos e atendimentos pelo Blog:

http://despertardegaia.blogspot.com.br

Obrigado, muita paz e luz e desculpe o transtorno !
Conheça, solicite:

Limpeza de Cristais



Dentro da estrutura molecular existe a tendência, depois de algum tempo de uso do cristal, ao acúmulo de energia negativa ou energia estática. 

Isto se deve à sensibilidade dos cristais a influências energéticas, tais como : poluição eletrônica, formas negativas de pensamento, energias negativas ao se trabalhar com emoções, etc.

Essa negatividade não afeta, no entanto, as camadas mais profundas de energia do cristal, não influenciando, portanto, a programação dos mesmos.

Somente as camadas mais superficiais são afetadas por essa poluição. Sabendo disso, devemos freqüentemente limpar todos os cristais que usamos diretamente sobre o nosso corpo, pois eles estão continuamente expostos às mais diversas energias negativas: nossas e do meio ambiente.Siga uma dessas técnicas para limpar seu cristal, seja ele novo ou não:

Técnicas de limpeza

Coloque imersos em água com sal grosso, por 24 a 48 horas.

Mergulhe os cristais em sal grosso, por 24 a 48 horas.

Enterre os cristais no chão, por dois a sete dias.

Deixe os cristais expostos à luz solar, no mínimo por seis horas, ou deixe exposto à luz lunar, ficando a noite inteira.

Pegue um ou dois cristais de cada vez. Segure-os na mão, deixando a água da torneira cobrir os cristais, imaginando uma luz dourada penetrando no cristal. Permaneça com os cristais na água por 2 minutos ou mais.

 
Carregar e ativar cristais

Após a limpeza dos cristais, deve-se carregar a estrutura molecular com energia positiva, além de ativá-los.
Ao carregar um cristal, estamos fazendo crescer a energia, tal como fazemos quando carregamos uma bateria.

O processo de ativação visa a catalisar áreas dormentes do espírito energético do cristal. Este procedimento é importante, pois, na maioria dos cristais, o potencial energético não está totalmente desenvolvido. Para carregar e ativar os cristais, devemos então coloca-los (sobretudo o cristal branco) em ambiente que vai infundir-lhe uma freqüência energética primária.

Técnicas para carregar e ativar cristais

A técnica mais freqüente é a de colocar o cristal dentro da água, fora de casa, em contato direto com a luz solar e/ou da lua (quarto crescente ou lua cheia), por 24 a 48 horas.

Expor o cristal ao arco-íris.

Colocar um círculo de cristais ativados, com o cristal a ser ativado no centro. Se forem usados cristais de uma ponta para esse fim, as pontas devem todas convergir para o cristal a ser ativado no centro.

Tempestades – expor os cristais a intensas tempestades, chuvas, ventanias, trovoadas, etc. Esta técnica é mais para ativação do cristal.

Após a limpeza, coloque o cristal (já carregado) na sua mão esquerda, mantenha uma postura que permita sua coluna ficar reta, trabalhe com a respiração, inspirando ar pelo nariz e soltando pela boca, num ritmo lento e profundo, eleve seu pensamento e imagine estar dentro de seu cristal, sentindo sua temperatura e recebendo em todo o seu corpo sua luz cromática (conforme a cor do seu cristal)

Fique um tempo banhando-se com essa luz. 

Saia mentalmente do cristal, mas continue recebendo sua luz.

Passe o cristal para a mão direita e doe essa energia para as pessoas que estão mais próximas de você, para as pessoas que lhe vierem a mente, para a cidade toda, para o mundo todo, e traga-a de volta para você.

Fazendo esse exercício diariamente numa hora de repouso, renovará seu espírito, equilibrará suas energias e lhe dará a sensação de estar comungando com o universo o tempo todo.



E não esqueça: “a gente não escolhe os cristais, eles nos escolhem”!


Fonte: Grupo Pas

 Atenção: Todas as postagens deste blog são pesquisadas em sites na internet ou transcritas de livros e arquivos pessoais. Ao copiar um texto ou informação, por gentileza cite as fontes incluídas evitando plágio.
...
Licença Creative Commons

Esta licença permite a redistribuição e o uso para fins comerciais e não comerciais,
contanto que a obra seja redistribuída sem modificações e completa,
e que os créditos sejam atribuídos ao autor
Creative Commons Atribuição-SemDerivações 4.0 Internacional